Tag Archive: eua


Formado no ano passado como um supergrupo do Heavy Metal Americano, o Charred Walls Of The Damned (que nome…) foi idealizado inicialmente pelo grande baterista Richard Christy, após a sua saída do Iced Earth em 2004 e o posterior ingresso no The Howard Stern Show, onde ficou por mais de cinco anos. E durante todo esse tempo, manteve na ativa a composição de músicas que viriam a compor esse debut.

Continue lendo

Anúncios

Terminus: Hellyeah – “Stampede”



Considerado um supergrupo, o Hellyeah foi idealizado inicialmente pelo guitarrista do Nothingface Tom Maxwell e o vocalista do Mudvayne Chad Gray, que começaram a esquematizar a formação de uma banda já em 2001, mas que acabou demorando para sair do papel por problemas de agenda das suas respectivas bandas. Em 2006, porém, as coisas começaram a funcionar com a entrada do baterista Vinnie Paul (porr*, vocês sabem de onde, certo?), e o lançamento de seu clássico primeiro álbum no ano seguinte, o que atraiu todos os holofotes do Heavy Metal americano para eles.

Continue lendo

O projeto paralelo do vocalista Corey Taylor (Slipknot), Stone Sour, surgiu na realidade bem antes do famigerado grupo de mascarados. O que pouca gente sabe é que a banda esteve na ativa entre 1992 e 1997, quando Corey e o guitarrista Jim Root se integraram ao Slipknot, voltando à ativa em 2002, lançando os aclamados “Stone Sour”, no mesmo ano e “Come What(Ever) May” em 2005.

Continue lendo

Terminus: Disturbed – “Asylum”

O conjunto de Illinois Disturbed ficou famoso alguns anos atrás pela sua inacreditável capacidade em destruir banheiros e vestiários dos locais em que faziam seus shows. De baderneiros de início de carreira, tornaram-se uma das maiores bandas do chamado New Metal, e uma das poucas que conseguiram reconhecimento suficiente para ainda estarem fortes no cenário, agregando fãs que não se resumem ao do seu estilo.

Continue lendo

Quem não se lembra da coqueluche que foi o Linkin Park nas rádios brasileiras lá pelos idos de 2001, 2002? A banda emplacou pelo menos 4 músicas do seu álbum de estréia “Hybrid Theory”, sendo um dos álbuns mais bem vendidos da história. A mistura entre Rap, Rock e trocentos efeitos eletrônicos colocaram a banda a frente do que seria o New Metal americano nos anos seguintes (apesar de, particularmente, eu achar que de Metal eles não tem nada).

Continue lendo

Neo Partus: Spock’s Beard – “X”

Uma das bandas mais cult do cenário progressivo surgido no começo dos anos 90, o Spock’s Beard (nome bizarro, ao mesmo tempo inesperado) é mais conhecido pelo fato de já ter tido em sua formação os lendários irmãos Neal e Alan Morse, sendo que hoje apenas o segundo permanece na banda. Neal deixou a banda em 2002 para se dedicar exclusivamente a sua carreira-solo, abrindo espaço para que o então baterista Nick D’Virgilio assumisse os vocais e partes das guitarras (opa, quem mesmo já fez isso?).

Continue lendo

O Fear Factory é uma daquelas bandas que surgem assim, once in a lifetime, tamanha a sua singularidade e criatividade, que os colocaram entre as grandes bandas de todos os tempos, graças a capacidade de reunir dentro de um mesmo som, influências de Death metal, Thrash Metal e Industrial, experimentos que influenciam bandas e estilos até hoje. Formado em 1989 por Burton C Bell, Raymond Herrera, e o lendário guitarrista Dino Cazares, inicialmente sob o nome de Uncreation, praticavam um Death Metal muito próximo ao Grindcore, com toques de música Industrial européia, inclusive gerando a característica mais marcante da banda: a mescla entre os vocais guturais e limpos dentro de uma mesma música, algo a ser muito utilizado pelas bandas de MeloDeath e Metalcore alguns anos depois.

Continue lendo

Terminus: Overkill – “Ironbound”

Oriunda de Nova Iorque, o Overkill forma com Slayer, Metallica, Exodus e Anthrax o início do movimento Thrash Metal na década de 80. Na atividade desde 1980, é uma das mais sucedidas bandas da chamada Costa Leste, mantendo até hoje dois dos membros do line-up original: o vocalista Bobby “Blitz” Ellsworth e o baixista D. D. Verni, mesmo que sofrendo com inúmeras mudanças ao longo destes 30 anos, com 15 álbuns de estúdio, dois ao vivo e um inteiramente só de cover.

Continue lendo

Saudações Proggers!

Sejam bem vindos a mais uma edição da sua dose semanal de rock Progressivo

Neste episódio, falamos sobre muito ópio e muita loucura que são as bases da banda The Mars Volta

Contando com a presença do nosso primeiro convidado “especialista”, o Esfínctor, que participou dando a sua opinião a respeito dos albums e das músicas principais deste grupo multietnico progressivo.  Falamos também sobre cada álbum da curta carreira da banda e tentamos desvendar da onde eles tiraram tanto networking para compor um time de primeira linha para a gravação de seus discos, além das grandes bizarrices que envolvem o mundo ácido de seus compositores.

Sugestões da semana

Comentado no episódio

Baixe agora o episódio

Comentários, sugestões, correções e contato: progcastbr@gmail.com

Sigam-nos no Twitter @progcastbr

Seja nosso amigo no orkut

Adicione o Progcast no seu msn! group1336447@groupsim.com

escute nossa rádio!!!

Comentem, espalhem, divulguem