Latest Entries »

Seja um colaborador do Progcast!

Saudações, Proggers!

Como o Progcast vem crescendo ao mesmo passo que o nosso tempo disponível vem diminuindo, após uma breve reunião, chegamos a conclusão que o melhor jeito de manter o site virtualmente ativo será aumentarmos a equipe de redatores (formar uma, na realidade).

Portanto, se você gosta não apenas de Rock Progressivo, mas Rock e Metal em geral (em todas as suas vertentes), tem paciência e tempo disponível para ouvir os principais lançamentos e, principalmente, gostar e querer escrever artigos sobre assuntos diversos, envie um review escrito por você sobre algum dos álbuns lançados em 2010 para progcastbr@gmail.com, onde serão todos lidos e avaliados, até escolhermos os futuros parceiros.

Qualquer dúvida, deixem nos comentários!

Anúncios

Progfail… ou não! Recado Progressivo 2011

Saudações Proggers!

Sejam bem vindos ao recado especial que preparamos para o começo de 2011

O Progcast deu uma breve parada agora durante o mês de janeiro para acertar algumas pendências e trazer mutias novidades para o ano que está começando. Gravado diretamente da Campus Party com uma estrutura bisonha e muitas interferências, estamos acertando algumas parcerias e preparando o terreno para muita coisa interessante para 2011. Sendo assim, ouçam o nosso pequeno recado!

Comentários, sugestões, correções e contato: progcastbr@gmail.com

Sigam-nos no Twitter @progcastbr

Seja nosso amigo no orkut

Adicione o Progcast no seu msn! group1336447@groupsim.com

Comentem, espalhem, divulguem

Baixe agora o episódio

O Andragonia foi formado em 2007 por experientes músicos e produtores, chegando a lançar um single no ano seguinte, o que chamou a atenção de muitas pessoas no meio Heavy Metal, fazendo com que já em 2009 um cuidadoso trabalho de produção desse início às gravações do que seria “Secrets In The Mirror”, o debut que colocou a banda no panteão do Progressivo brasileiro e um dos grandes lançamentos de 2010.

View full article »

1973 – A Passion Play

View full article »

O projeto paralelo de Michael Amott (guitarrista do Arch Enemy e ex-Carcass) que se iniciou em 1993 e vêm lançando álbuns regularmente ao longo destes quase 20 anos, foca principalmente em um Hard Rock/Stoner Metal bem chupinhado de bandas como Black Sabbath e Candlemass, focando sempre em temas espirituais e místicos em suas letras.

View full article »

Saudações Proggers!

Sejam bem vindos a primeira edição da sua dose semanal de rock Progressivo em 2011!

O Progcast atende às reclamações dos Proggers, que sentiram falta de Progressivo na retrospectiva 2010 e faz uma mega tracklist com músicas de alguns dos grandes destaques do estilo no ano passado. Tudo isso com a remodelagem de alguns formatos e até mesmo de algumas vinhetas!

O que tocou no episódio

 

Comentários, sugestões, correções e contato: progcastbr@gmail.com

Sigam-nos no Twitter @progcastbr

Seja nosso amigo no orkut

Adicione o Progcast no seu msn! group1336447@groupsim.com

Comentem, espalhem, divulguem

Baixe agora o episódio

Neo Partus: Mindflow – “365”

O Mindflow é uma daquelas bandas que consegue criar uma identidade própria desde o início da carreira, e com o passar dos anos, vai gradativamente remodelando e se renovando, em busca de uma sonoridade mais orgânica, até chegar no ideal. Desde o Prog mais clássico da sua sua estréia com “Just The Two Of Us”, passando pelo megalomaníaco “Mind Over Body” (em todos os sentidos) até o pesadíssimo e conspiratório “Destructive Device”, a banda soube explorar vários direcionamentos, temas e uma experiência que vai muito além da música e ultrapassa algumas barreiras que muita gente insiste em esbarrar.

Pois bem, na metade de 2009, eles anunciaram um ousado projeto chamado “365”, onde através de um blog oficial criado especialmente para isso, a banda lançaria uma música por mês, além da letra, wallpapers e vários conteúdos extras. Algo inesperado, já que, segundo eles próprios, a música de cada mês era feita e composta entre um lançamento e outro.

A música de setembro “Thrust Into This Game” abre o álbum, e já é uma velha conhecida para aqueles que têm o single “September To November” ou acompanham o canal no Youtube dos caras, já que um vídeo oficial cheio de efeitos foi feito para a música, e o visual traz exatamente a sensação meio que de “desespero” que ela tem. Em seguida, “The Ride”, mais cadenciada, quase uma mezzo-balada com ótimos vocais de Danilo Herbert (cuja versão acústica é do tipo highlight em um show da banda) e “Instinct” com uma pegada a lá New Metal para dar aquele peso a mais. “Corrupted”, a quarta faixa tem uma levada meio eletrônica, lembrando os momentos mais relax (ou seriam menos caóticos?) do Fear Factory e afins e uma rifferama de doer o pescoço com vários efeitos de midi, enquanto “Walking Tall” é uma música bem com a cara do Mindflow, algo que passeia tranquilamente entre o “Just The Two of Us” e o “Destructive Device” (é muito bom ver a identidade que eles já tem). Depois, “Crisis FX” é uma música um tanto quanto confusa e claustrofóbica, o que encaixa muito bem com a sua letra e mostra o que é o entrosamento de uma banda que praticamente não sofreu alterações em toda a sua carreira: a possibilidade de arriscar em temas mais complexos e heterogêneos.

A sétima música, “Break Me Out” é uma praga (no bom sentido) no estilo de “Breakthrough”, do álbum anterior: ela vai, por mais que você tente, permanecer na sua memória por dias, semanas, meses… e quando você menos esperar, estará cantarolando na rua “I never forgeeeet… I saw it in yooour eeeeyes”. Então ouçam com atenção! Em seguida, mais uma balada, “To Say Goodbye”, que lembra bastante o Pain Of Salvation da época do “Remedy Lane”/”Perfect Element I” e a pedrada quase Thrash (mas com bons toques de modernidade, algo que parece ter dominado esse álbum) “Rules Of Engagement”, com seu refrão a ser cantado com fists-in-the-air. “Shuffle Up And Deal” é mais uma grata surpresa, novamente embalada por riffs pesadíssimos e um que aqui e ali de Hard Rock (quase imperceptíveis), assim como a bem New Metal (dos bons!) de “Reset The Future”, um dos grandes destaques, tanto na parte instrumental quanto lírica. “With Bare Hands” (nome do álbum-coletânea a ser lançado nos EUA agora em 2011) tem boas doses de Heavy Metal tradicional (vejam o riff!), com os vocais inclusive flertando com o estilo: simples, honrado e com certeza a ser berrado a plenos pulmões ao vivo (até uma parte meio… rappeada no meio?).

O Mindflow é uma daquelas bandas em atividade no Brasil que não precisam provar absolutamente mais nada para ninguém. É uma pena que nem sempre artistas assim estejam evidência. Eu vejo muitas pessoas por aí falando que o Metal e o Rock não dão dinheiro no Brasil. O que nos leva a questão: o que você tem feito para mudar isso?

Àqueles que não tem a mente fechada e preconceituosa, “365” é um álbum indicadíssimo, com uma qualidade de deixar muita…. mas MUITA banda por aí na sola do pé.

01. Thrust Into This Game (09/09/2009)
02. The Ride (14/10/2009)
03. Instinct (18/11/2009)
04. Corrupted (16/12/2009)
05. Walking Tall (28/01/2010)
06. Crisis FX (24/02/2010)
07. Break Me Out (31/03/2010)
08. To Say Goodbye (28/04/2010)
09. Rules of Engagement (26/05/2010)
10. Shuffle Up and Deal (30/06/2010)
11. Reset the Future (28/07/2010)
12. With Bare Hands (25/08/2010)

Line-up:

Danilo Herbert: Vocal
Rodrigo Hidalgo: Guitarra
Ricardo Winandy: Baixo
Rafael Pensado: Bateria

Nota 9

Sério… antes eu fazia aquela breve introdução sobre a banda e tal. Mas enfim, não mais…. agora vamos direto às capas, que é o que interessa!

1968 – This Was

View full article »

Formado no ano passado como um supergrupo do Heavy Metal Americano, o Charred Walls Of The Damned (que nome…) foi idealizado inicialmente pelo grande baterista Richard Christy, após a sua saída do Iced Earth em 2004 e o posterior ingresso no The Howard Stern Show, onde ficou por mais de cinco anos. E durante todo esse tempo, manteve na ativa a composição de músicas que viriam a compor esse debut.

View full article »

Progcast #29 – On The Edge Of A Prog New Year

Saudações Proggers!

Sejam bem vindos a mais uma edição da sua dose semanal de rock Progressivo

O Progcast se veste de branco e estoura a champanhe na virada do ano para celebrar o que houve de melhor na música durante 2010, os nossos 5 álbuns favoritos e, principalmente, relembrando aqueles grandes artistas que perdemos nesse ano. Aproveitamos para anunciar os 5 grandes vencedores da promoção “Progcast & Daydream XI”!

E que venha um 2011 com muito mais Progressivo para todos nós!

A equipe do Progcast deseja a todos um ótimo 2011 e agradece DE VERDADE todos aqueles que nos acompanharam durante 2010, nessa fase de experimentalismos. Esperamos trazer ótimos episódios e mais promoções no ano que vem! Aproveitamos para agradecer também todas as bandas que nós conhecemos e os novos amigos que fizemos até aqui!

O que tocou no episódio

  • 00:00:34 – 21st Century Schzoid Man (Ozzy Osbourne)
  • 00:02:24 – Tell Me You Don’t Know (Pain Of Salvation)
  • 00:04:57 – Guts Of Hell (Daydream XI)
  • 00:10:48 – It’s Alive, She’s Alive, We’re Alive (Star One)
  • o0:16:01 – Age (Sahara Surfers)
  • 00:21:15 – Remember (Circle II Circle)
  • 00:21:58 – Emptiness Unostructed (Nevermore) – 5º Lugar Rroio
  • 00:26:34 – Bury Me Alive (We Are The Fallen) – 5º Lugar Rhamsés
  • 00:31:19 – Let This River Flow (Soilwork) – 4º Lugar Rroio
  • 00:36:37 – Crucify The Dead (Slash fet. Ozzy) – 4º Lugar Rhamsés
  • 00:40:39 – Ride Into Obsession (Blind Guardian) – 3º Lugar Rroio
  • 00:45:24 – The Best Is Yet To Come (Scorpions) – 3º Lugar Rhamsés
  • 00:49:56 – Break Me Out (Mindflow)
  • 00:54:45 – Secrets In The Mirror (Andragonia)
  • 00:56:41 – 7 Shots (Volbeat) – 2º Lugar Rroio
  • 01:01:24 – Waiting For The End (Linkin Park) – 2º Lugar Rhamsés
  • 01:05:15 – Danger Line (Avenged Sevenfold) – 1º Lugar Rroio
  • 01:10:34 – House Of Cards (Robert Plant & Band Of Joy) – 1º Lugar Rhamsés
  • 01:13:47 – Angels Walk Among Us (Anathema)
  • 01:19:04 – Som do Sol (Banda do Sol)
  • 01:20:25 – Kisses From You (Masterplan)
  • 01:23:24 – Shangri-La (Gotthard) – R.I.P. Steve Lee
  • 01:27:29 – September Sun (Type O Negative) – R.I.P. Peter Steele
  • 01:37:17 – Snuff (Slipknot) – R.I.P. Paul Gray
  • 01:41:41 – Bible Black (Heaven And Hell) – R.I.P. Ronnie James Dio

Comentários, sugestões, correções e contato: progcastbr@gmail.com

Sigam-nos no Twitter @progcastbr

Seja nosso amigo no orkut

Adicione o Progcast no seu msn! group1336447@groupsim.com

Comentem, espalhem, divulguem

Baixe agora o episódio