Os finlandeses asquerosos e emborrachados do Lordi explodiram para o mundo ao ser a primeira banda de seu país a vencer o famoso Eurovision, em 2006, com pontuação recorde. Trabalhando muito no visual e na auto-promoção (ops… KISS?), a banda teve uma ascensão meteórica com o seu Hard Rock simples, jocoso e despojado, tipicamente anos 80, com melodias fáceis e um prato cheio para qualquer rádio.

Após o lançamento dos álbuns “Get Heavy” (um ultra-mega-fuckin’-absolute-clássico-plus-advanced e um dos melhores álbuns de Hard Rock segundo este que vos escreve), “The Monsterican Dream”, “The Arocalypse” e “Deadache”, aumentando ainda mais a popularidade da banda, principalmente na Europa e nos EUA.

“Babez For Breakfast” (e a sua bizarríssima capa) é o quinto álbum do Lordi e foi produzido no WireWorld Studios, em Nashville, nos EUA por Michael Wegener, contando com as participações de Bruce Kulick (ex-KISS) e Mark Slaughter (Slaughter), além de um quarteto de cordas para fazer o background de algumas músicas.

A quinta parte das introduções SCG, desta vez intitulada “It’s A Boy!” simula um nascimento que deu errado por alguma razão (sim, o bebezinho endemoniado), ligando já de cara com a faixa título, com seu riff tipicamente Heavy Tradicional oitentista, fugindo um pouco do Hard Rock básico característico dos outros álbuns (nem precisamos falar da letra absolutamente non-sense, certo?). E esse mesmo sentimento continua no single “This Is Heavy Metal”, com sua letra mezzo-Manowar e uma levada bem Ozzy fase Zakk Wylde, e em “Rock Police”, aquelas de chutar o balde de tão anos 80, com o teclado e os backing vocals marcando a base da música, o que pode arrancar tanto um sorrisão quanto gargalhadas descontroladas de quem ouve. “Discoevil” traz uma zoada forte com aquele estilo setentista regado a ternos coloridos e calças boca de sino, obviamente, no modo Lordi de se fazer uma música, presente também na psicopata-romântica balada “Call Off The Wedding” com sua letra nada pura.

“I Am Bigger Than You” poderia muito bem ter saído da trilha sonora de filmes como Mortal Kombat (dos anos 90), mas a falta de uma melodia marcante acaba fazendo dela um dos pontos baixos do álbum, mas logo esquecida com o Hardão “ZombieRawkMachine”, uma típica música para ser cantada com os fists in the air. Novamente, porém, com “Midnite Lover” cai na mesma sina de ser mais uma música no álbum, sem nada de novo nem de empolgante, e seguida por “Give Your Life For Rock And Roll”, “Nonstop Nite” e “Loud And Loaded” com todo o seu clima nostálgico e descompromissado que salvam a audição do álbum, principalmente pela aura “Sessão da Tarde” que elas têm. A próxima música “Granny’s Gone Crazy” é uma daquelas que você pensa “os caras só podem tá de sacanagem”, mas no fim das contas é uma das mais divertidas e a prova de quão galhofa o Lordi consegue ser e mesmo assim entregar música boa. “Devil’s Lullaby” encerra o álbum como se deve: o típico Hard Rock com letras imbecis e melodias cativantes, transportando diretamente para dentro de algum filme barato dos anos 80.

Apesar de toda a qualidade, “Babez For Breakfast” passa longe do clássico “Get Heavy”. Aliás, a banda não tem consegui manter uma certa constância nos álbuns desde então, e a própria aceitação do público parece vir diminuindo com o tempo. Em todo caso, qualquer um de seus trabalhos é diversão garantida!

01. SCG 5: It’s A Boy
02. Babez For Breakfast
03. This Is Heavy Metal
04. Rock Police
05. Discoevil
06. Call Off The Wedding
07. I’m Bigger Than You
08. ZombieRawkMachine
09. Midnite Lover
10. Give Your Life For Rock’n Roll
11. Nonstop Nite
12. Amen’s Lament To Ra
13. Loud And Loaded
14. Granny’s Gone Crazy
15. Devil’s Lullaby

Line-up

Mr Lordi – Vocal
Amen – Guitarra
OX – Baixo
Kita – Bateria
Awa – Teclados

Nota 7

Anúncios